Ata de Criação

 

ATA DA REUNIÃO DE CRIAÇÃO DA ASSOCIAÇÃO NACIONAL DA FAMÍLIA LÉDA – ANFAL, OCORRIDA DURANTE A REALIZAÇÃO DO IV ENCONTRO NACIONAL DA FAMÍLIA LEDA EM BRASÍLIA (DF), EM 15 E 16 DE NOVEMBRO DE 2013 E OUTRAS DELIBERAÇÕES.

 

Aos dezesseis dias do mês de novembro de 2013, por ocasião do IV Encontro Nacional da Família Léda que acontecia em Brasília (DF), reuniram-se em Assembleia Geral Extraordinária os integrantes da família, signatários das relações anexas a esta ata, da qual passarão a fazer parte. Presidindo a assembleia, estava o coordenador do IV Encontro, Sr. Humberto Sélio Brito Léda que, abrindo os trabalhos, iniciou fazendo uma explanação de toda a dinâmica de preparação para a realização do evento e fazendo a prestação de contas que foi aprovada por todos. Em seguida, o coordenador colocou em discussão a escolha do local para a realização do próximo encontro, a ser realizado em 2015. Seguiram-se uma série de debates, exposição de dificuldades, valores envolvidos, quantidade de familiares da localidade dispostos a envolver-se, entre outros relacionados. Considerando-se todas essas dificuldades, surgiram duas opções de cidade, cujos representantes presentes aceitaram candidatar para sediar o próximo evento: São Luis (MA) e Goiânia (GO). Colocou-se em votação e foi aprovada por esmagadora maioria de votos, a cidade de Goiânia (GO). Sequenciando a assembleia, o Coordenador sugeriu que se colocasse em votação a utilização da seguinte nomenclatura para os encontros bianuais: ENCONTRO NACIONAL DA FAMÍLIA LÉDA e que o nome da família fosse acentuado graficamente com acento agudo, em todo em qualquer documento relacionado ao evento, como folders, papel timbrado, envelopes, banners, adesivos etc. e, ainda, que na numeração sequencial dos eventos futuros, fossem utilizados os caracteres conhecidos como ALGARISMOS ROMANOS.  Citou que o objetivo será a padronização estética. A proposta foi aprovada por unanimidade. Dando prosseguimento, o Coordenador falou que a atualização da Árvore Genealógica da família estava em andamento e pediu que cada um de nós desse a sua contribuição para tal fim junto à mesa de recepção do evento. Nesse mister, a coordenação está sob a responsabilidade da Sra. Lilian Léda. Dando sequência, o Coordenador sugeriu que formássemos uma comissão para discutir/debater a proposta de criação de uma Associação Nacional da Família Léda, apresentada provisoriamente na véspera, quando da abertura do Encontro, pelo integrante da família, Sr. Gilberto Sílvio Léda Carvalho. A comissão ficou assim constituída: Gilberto Léda, Haroldo Euvaldo Brito Léda, Humberto Sélio Brito Léda, José de Jesus de Moraes Rego, Leão Léda de Macedo, Lilia Falcão Léda, Lilian Maria Léda Saldanha, Maria Marlene Léda Guará Lobo, Marlene Noura de Moraes Rego, Antônio (Tunico) Guará Sobrinho e Valci Canabarro. Ficou acordado que os integrantes dessa comissão serão considerados os Membros Fundadores da Associação. Convidado a se manifestar e detalhar a referida proposta, o Sr. Gilberto fez uma exposição de motivos e justificativas que apontavam para o fato de que a criação da associação representará o fim das imensas dificuldades que se tem encontrado para a efetiva realização dos eventos, alavancará a participação de integrantes da família pela distribuição de suas despesas ao longo de 24 meses, através do pagamento da mensalidade de associado; fez projeção do valor arrecadado com base em mensalidade de R$ 50, de R$ 35 e de R$ 20 reais. Seguiram-se vários debates e, por fim, chegou-se ao valor de R$ 35,00 (trinta e cinco reais) como sendo aquele do qual todos poderão dispor mensalmente sem apertar-se financeiramente. Nesse momento, o Coordenador colocou em votação a proposta de criação e a aprovação ocorreu por unanimidade. O valor de R$ 35,00 (trinta e cinco reais) foi aprovado como sendo o inicial da mensalidade. Elegeu-se, então, uma Diretoria Provisória – com mandato até 30.11.2015, provável data de realização do V Encontro nacional da Família Léda – que terá a missão inicial de providenciar os registros necessários e criar, de fato e de direito, a Associação Nacional da Família Léda, através da emissão da documentação legal, abertura de conta corrente bancária, bem como todos os demais atos necessários ao seu funcionamento. Foram eleitos e imediatamente empossados, o Presidente – Gilberto Sílvio Léda Carvalho;  o Tesoureiro – Lilian Maria Léda Saldanha e  o Secretário – Amélia Léda Costa. Para o Conselho Fiscal Provisório foram eleitos e empossados os seguintes membros: Humberto Sélio Brito Léda, Antônio Guará Sobrinho (Tunico) e Haroldo Euvaldo Brito Léda. Sugeriu, em seguida, o coordenador, que houvesse uma contribuição inicial de R$ 20,00 (vinte reais) para as despesas iniciais, necessárias às providências de criação, registro, retirada de documentos, abertura de conta corrente etc. Ficou decidido que o Sr. Gilberto trabalhará para disponibilizar aos membros da comissão uma minuta de estatuto para crítica e, se o caso, sugestões de alteração ou complementação. A missão foi assumida pelo indicado que, imediatamente, disponibilizou a todos os membros da Comissão uma minuta de estatuto. Após a análise crítica e as sugestões de melhorias feitas pela Comissão, a assembleia aprovou o Estatuto e autorizou o início das providências de instalação efetiva da Associação.  Decidiu-se, também, que a Associação terá como sigla a palavra ANFAL e, ainda, que procurássemos uma logomarca para simbolizar a nossa Associação, a título de Brasão da Família Léda.

Nada mais havendo a ser tratado, o Coordenador deu por encerrada a Assembleia Geral Extraordinária, cuja ata eu, Gilberto Sílvio Léda Carvalho, na qualidade de Secretário desta Assembleia, dato e assino.

 

Brasília (DF), 16 de novembro de 2013.